Notícias interessantes para aposentados e pensionistas do INSS

A chia é conhecida por ser um superalimento. Isso porque a semente concentra altos níveis de nutrientes essenciais para ter uma boa qualidade de vida, ajudando na manutenção da saúde. Ela é rica em carboidratos, proteínas, ácidos graxos poli-saturados, fibras e gordura boas. Além disso, contém Vitamina A, Vitamina B, Vitamina C e Vitamina E, minerais como Ferro, Magnésio, Cálcio, Fósforo, Potássio e Zinco. Com tantos nutrientes, descubra quais os benefícios da chia para a saúde.

 

Benefícios da chia

Confira abaixo por que você deve inserir a chia na sua rotina alimentar diária:

Perda de Peso
Por serem ricas e fibras, as sementes de chia conferem a sensação de saciedade. Com isso, a pessoa terá uma consequente perda de peso. Além disso, elas ajudam na melhoria da digestão, não contêm açúcar e são fonte de energia.

Combate a Diabetes
A chia é rica em fibras solúveis que, em contato com a água, ajudam a controlar o nível de glicose no organismo e a evitar picos de insulina.

Fortalecimento dos ossos
Por ser rica em cálcio, a chia ajuda no fortalecimento do esmalte dos ossos e melhora a densidade óssea. Por isso, a semente é conhecida por deixar dentes e ossos mais fortes.

Melhoria da digestão
As fibras presentes na chia ajudam na limpeza do trato digestivo e promove o movimento do intestino saudável. Elas ajudam ainda com as boas bactérias presentes no sistema digestivo.

Protege o coração
Por ser rica em ômega-3 ácidos graxos, a chia colabora para a diminuição do nível de colesterol LDL e aumenta o nível de HDL no corpo. A semente é uma aliada para manter a saúde do sistema cardiovascular.

Melhora a Pele
A chia é rica em antioxidantes e têm propriedades anti-inflamatórias. Por isso, ela ajuda a melhorar a textura da pele, combatendo espinhas e furúnculos. O óleo da semente pode ser aplicado sobre a pele seca e lábios, agindo como um hidratante natural.

 

Receitas com chia

Confira duas receitas para você inserir a semente em sua rotina alimentar:

 

Tapioca com chia

Ingredientes:

2 colheres (sopa) de farinha de tapioca (goma de mandioca hidratada)
1 colher (sopa) de semente de chia
2 colheres (sopa) de queijo cottage
5 tomates cerejas
Folhas de manjericão

Modo de preparo:

Misture a farinha de tapioca com a chia e despeje a mistura em uma frigideira quente. Espere virar uma massa dourada e vire. Acrescente o queijo cottage, o tomate e o manjericão. Sirva em seguida.

 

Salmão com chia

Ingredientes:

• 1 filé de salmão;
• 2 colheres de sopa de chia;
• Pitada de sal;
• Pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo:

Tempere o filé de salmão com sal e pimenta. Passe na chia, como se estivesse empanando. Dê uma apertada para fixar e leve para grelhar. Sirva com o acompanhamento que desejar.

 

Fonte: Vivo + saudável

0
0
0
s2smodern

Quanto mais a idade avança, mais frequentes são as dores e maiores são as dificuldades de locomoção. Isso fica pior quando, em vez de adotar uma vida mais ativa, a pessoa se entrega ao sedentarismo. A musculação para idosos é um hábito saudável, que ajuda a amenizar as intempéries da idade e dar maior qualidade de vida a quem a pratica.

Afinal, mais importante que prolongar os anos que temos pela frente é garantir a manutenção da nossa capacidade funcional e a independência pelo maior tempo possível. Ou você não se importa em precisar dos cuidados de alguém para realizar as atividades mais básicas? A musculação existe justamente para que essa capacidade de fazer as tarefas sozinho não seja perdida.

 

Musculação para idosos exige cuidados

Apesar dos evidentes benefícios, a prática da musculação na terceira idade não deve ser indiscriminada. Esse tipo de exercício é contraindicado principalmente para quem sofre de insuficiência cardíaca, miocardite ativa, angina pectoris, embolia recente, doenças infecciosas agudas, hipertensão severa e outros tipos de arritmias.

A recomendação principal é jamais começar uma rotina de atividades físicas sem o aval de um médico. Caso ele permita, é fundamental contar com um profissional de Educação Física ou um fisioterapeuta, que fará uma avaliação física e desenvolverá um programa de exercícios individualizado.

Alguns cuidados devem ser permanentes: antes e depois de cada sessão de treinamento, os exercícios de aquecimento e relaxamento são essenciais. O idoso deve esperar pelo menos duas horas após as refeições antes de praticar as atividades, além de manter-se sempre muito bem hidratado.

Sentindo tonturas, falta de ar, náusea, dores, febre e outros sintomas que causem desconforto, a recomendação é parar a atividade e consultar um médico. O mesmo deve acontecer caso alguma articulação esteja inchada, vermelha ou sensível ao toque.

 

Benefícios da musculação para idosos

Se você ainda não está convencido de como a musculação para idosos vale a pena, listamos mais alguns dos benefícios. Confira:

Mais autonomia

Como já dito, a principal vantagem da musculação na terceira idade é a autonomia para seguir uma vida independente. Fortalecendo a musculatura, o idoso fica menos suscetível a quedas, que comumente ocasionam a quebra de um osso.

Ossos fortalecidos

Falando em ossos quebrados, os exercícios de musculação aumentam a densidade óssea. Ou seja, o idoso que trabalha os músculos tem menos chance de desenvolver osteoporose, evitando fraturas.

Menos dores

Sabe aquelas dores na coluna ou nos joelhos, das quais os idosos vivem se queixando? A musculação comprovadamente ajuda a combater dores em articulações e ainda melhora a postura corporal.

Menos gordura

Manter uma rotina regular de exercícios ajuda a reduzir a gordura corporal e, portanto, as doenças relacionadas a ela. Isso também colabora para perder peso e levar uma vida mais confortável.

Melhor sono

Todo mundo faz questão de uma noite de sono tranquila. É fato que quem pratica exercícios dorme mais rápido, mais profundamente e com menos interrupções. Ou seja, tem um sono de maior qualidade.

Bem-estar mental

Não há como dissociar os fatores anteriores do bem-estar psicológico. Além de aumentar os níveis de serotonina no corpo, melhorando o humor e prevenindo a depressão, a manutenção da autonomia de um idoso no seu dia a dia tem influência inequívoca na autoestima e na qualidade de vida.

 

Fonte: Vivo + saudável

0
0
0
s2smodern

Quem foi que disse que jogos online são exclusivos para crianças e adolescentes? Hoje em dia, muitos vovôs e vovós ligados no mundo tecnológico têm trocado os carteados e as palavras cruzadas pelos games virtuais. Essa troca, além de trazer diversão à terceira idade, também oferece alguns benefícios à saúde dos idosos.

Em pesquisa realizada no ano passado pela King’s College, em Londres, constatou-se que os jogos em rede podem melhorar a qualidade de vida de pessoas com mais de 50 anos. No estudo, 7 mil voluntários registraram melhorias na suas habilidades cognitivas após participarem de exercícios e brincadeiras pela internet.

 

Jogos virtuais também ajudam no equilíbrio

Uma das principais causas de acidente com idosos, segundo a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, são as quedas, normalmente em virtude da falta de estabilização das pernas. E é nos videogames que a terceira idade pode encontrar aliados para evitar fraturas e machucados decorrentes desses tombos.

Na clínica de fisioterapia da Universidade de Ribeirão Preto (Unaerp), no interior de São Paulo, foi lançado o projeto Realidade Virtual, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde. A ideia consiste em uma combinação entre programa de exercícios fisioterapêuticos e atividades no Nintendo Wii Fit.

Com essa associação entre o jogo eletrônico e o tratamento convencional, é possível, de acordo com os idealizadores, melhorar o equilíbrio, a flexibilidade muscular, o condicionamento físico e a coordenação dos idosos. O projeto também é utilizado para reabilitação. Por isso, cada série dura 30 minutos para não levar a lesões de esforço repetitivo.

 

Três jogos online para a terceira idade

Para se divertir e desfrutar de outros benefícios à saúde causados pelos jogos online, não é preciso comprar um videogame de última geração com acesso à web. Basta ter um notebook ou um smartphone com conexão razoável e curtir seus games virtuais. Confira três jogos ideais para os vovôs e vovós:

1. Mahjong

Existem vários tipos de jogos online ao estilo Mahjong, mas, via de regra, todos têm o mesmo princípio: eliminar as peças do tabuleiro. Sua dinâmica é parecida com o jogo da memória, mas as faces das peças já estão voltadas para cima. A dificuldade para formar os pares está na sobreposição das figuras.

2. Ancient Jewels

Em Ancient Jewels, seu objetivo é juntar e destruir três ou mais joias da mesma cor. Quanto mais combinações você fizer em menos tempo, mais pontos garante para passar aos próximos níveis. Existem outros jogos online similares a esse; o que muda são os tipos de peças e os mapas que o jogador visita, mas a lógica é sempre a mesma.

3. Caça objetos

Outros tipos de jogos bastante comuns são os chamados caça objetos. Nesses games, você tem acesso a cenas em que é preciso encontrar uma lista de itens escondidos. Para quem gosta de um pouco mais de dificuldade, alguns modelos também estipulam um tempo máximo para completar o desafio e passar para a próxima fase.

Os três jogos ajudam os idosos a a melhorar a capacidade cognitiva, em funções como concentração, agilidade com mudança de tarefas mentais e velocidade em que uma nova informação é processada.

 

Fonte: Vivo + saudável

0
0
0
s2smodern

Uma resposta típica ao experimentar a dor nas costas é querer ficar na cama ou pelo menos parar qualquer atividade extenuante. Embora essa abordagem seja compreensível e até mesmo recomendável no curto prazo, quando feita por mais de um ou dois dias pode prejudicar você. Em vez disso, os exercícios para dor na coluna são uma ótima alternativa para reabilitar e ajudar a aliviar a dor.

Melhores exercícios para dor na coluna

É possível aumentar a longevidade, melhorar a saúde e diminuir várias formas de dor por meio do exercício físico. Quando feito de forma adequada, ele é capaz ainda de trabalhar a flexibilidade, aumentar a força e inclusive atenuar a dor nas costas.

 

Está sofrendo desse mal? Então conhecer os melhores exercícios para diminuir a dor é essencial para a gestão de sintomas. Confira quais são eles.

1. Alongamento

Um estudo recente do Group Health Research Institute descobriu que o alongamento é tão eficaz quanto a yoga na redução da dor. Pode ser de qualquer espécie, estático ou dinâmico. Ele contribui para melhorar a flexibilidade e diminuir o risco de dores nas costas e seus sintomas.

2. Yoga

Muitos estudos mostram que pessoas que praticam yoga apresentam menos dores e mais mobilidade que aquelas que simplesmente seguem tratamentos convencionais para o alívio da dor na coluna. É que a prática combina alongamento com força e equilíbrio, ajudando a tonificar músculos fracos e liberando os tensos.

3. Pilates

Um estudo canadense descobriu que pacientes com dor nas costas e na coluna que fizeram treino de pilates por cerca de quatro horas e 30 minutos por semana relataram menos desconforto e incapacidade após um ano do início do programa. O exercício fortalece os músculos do core, que sustentam a coluna vertebral, diminuindo o risco de lesões. Ele também aumenta a flexibilidade, tornando mais fácil se movimentar.

Cuidados ao realizar esses movimentos

Vela lembrar que, sempre antes de partir para uma série de exercícios, é importante conversar com um médico. Dependendo do problema, talvez sejam necessários cuidados especiais, que somente ele é capaz de avaliar.

Em muitos casos, também é necessário o acompanhamento de um profissional para executar os movimentos. Para isso, o ideal é buscar um instrutor de Educação Física ou um fisioterapeuta. O especialista proporcionará um treino seguro para o problema e ainda conseguirá acompanhar a sua evolução.

 

Fonte: Vivo + Saudável

0
0
0
s2smodern

Um homem morre a cada 38 minutos pela doença

No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (13.772 casos/ano)doença representa 28,6% dos casos de câncer no homem, excetuando-se os tumores de pele não melanoma. Não é possível preveni-la, mas o diagnóstico precoce está relacionado com a diminuição da mortalidade. Para esclarecer as inúmeras dúvidas que cercam o tema, a Sociedade Brasileira de Urologia elencou alguns mitos e verdades. Confira:

 

O câncer de próstata é uma doença do idoso.

MITO. Apesar de o risco para a doença aumentar significativamente após os 50 anos, cerca de 40% dos casos são diagnosticados em homens abaixo desta idade. Entretanto, a doença é rara antes dos 40 anos.

PSA aumentado é sinal de que tenho câncer de próstata.

MITO. O antígeno prostático pode apresentar alterações em várias situações que não o câncer, como a hiperplasia benigna da próstata, prostatite (uma inflamação) e trauma. Por isso é importante a avaliação médica e o toque retal.

PSA baixo é sinal de que não tenho câncer de próstata.

MITO. Estima-se que o câncer de próstata está presente em 15% dos homens com níveis normais de PSA, daí a importância do toque retal.

Ter pai, irmão ou tio com a doença aumenta meu risco.

VERDADE. A hereditariedade é um dos principais fatores de risco para a doença. Um parente de primeiro grau com a doença duplica sua chance. Dois familiares com a doença aumentam essa chance em cinco vezes. Para quem tem casos na família, o recomendado pela Sociedade Brasileira de Urologia é procurar um urologista a partir dos 45 anos.

Todos os casos de câncer de próstata precisam de tratamento.

MITO. A indicação da melhor forma de tratamento vai depender de vários aspectos, como estado de saúde atual, estadiamento da doença e expectativa de vida. Em casos de tumores de baixa agressividade há a opção da vigilância ativa, na qual periodicamente se faz um monitoramento da evolução da doença intervindo se houver progressão da mesma.

O câncer de próstata sempre apresenta sintomas. Então posso esperar os sintomas para procurar o médico.

MITO. Em estágio inicial, quando as chances de curam beiram 90%, a doença não apresenta qualquer sintoma. Geralmente, os principais sintomas relacionados à próstata são devido a hiperplasia prostática, crescimento benigno da glândula, como jato urinário mais fraco, sensação de urgência miccional ou de esvaziamento incompleto da bexiga, entre outros.

Pessoas da raça negra têm maior risco de desenvolver a doença.

VERDADE. Estudos apontam que afrodescendentes têm risco 60% maior de desenvolver a doença e a taxa de mortalidade é três vezes mais alta.

A reposição hormonal em casos de Deficiência Androgênica do Envelhecimento Masculino (DAEM) afeta o câncer de próstata.

MITO. Estudos têm apontado que a terapia de reposição hormonal com testosterona não representa risco de desenvolvimento de câncer de próstata nos homens que recebem o hormônio. Nos homens que tenham sido tratados com sucesso de câncer de próstata a reposição hormonal poderá ser instituída após uma análise criteriosa dos riscos e benefícios. Homens portadores de câncer de próstata e que ainda não tenham sido tratados da doença não deverão receber terapia de reposição hormonal. Como regra, nunca se deve fazer uso de reposição de testosterona sem consultar seu médico.

O sedentarismo pode aumentar o risco para desenvolvimento do câncer de próstata.

VERDADE. O sedentarismo e a obesidade estão relacionados a alterações metabólicas que podem levar a alterações moleculares responsáveis pela gênese da neoplasia.

A atividade física regular tem um papel relevante na prevenção e no tratamento.

VERDADE. Essa prática saudável pode agir de modo protetor, e tem sido um fator modificável para o câncer de próstata por causa dos seus potenciais efeitos:

Fortalecimento imunológico
Prevenção da obesidade
Capacidade do exercício em modular os níveis hormonais
Redução do estresse


Dr. Lucas Nogueira – urologista de Belo Horizonte, MG.

 

Fonte: Portal da Urologia

0
0
0
s2smodern

Fale conosco

4040 4400

Capitais e Regiões Metropolitanas

0800 771 3041

Demais regiões 

11 9 8666 2423

Whatsapp

Qualidade

Atendimento ao cliente:

11 9 8666 4209

Whatsapp

Correspondentes

logo bancos2

REDES SOCIAIS

logo fblogo youtubelogo twitter

 

 

consultecnpj3 

Copie e cole: 07223958000190

Aprovado pela Instrução Normativa RFB nº 1.634, de 06 de maio de 2016. Empresa em conformidade a RESOLUÇÃO Nº 3.954 do BANCO CENTRAL DO BRASIL. 

A Presença jamais solicita depósito em conta corrente, nem mesmo a antecipação de dinheiro em suas operações de crédito.